A cada dia os artistas tem um novo desafio para atrair o público. Muitos decidem utilizar a tecnologia como companheira, ou outros, como o artista Tezi Gabunia, da Georgia, usam a criatividade e tentam inovar de uma forma mais simples. Ele em particular com o auxílio de quem for observar suas obras.

Como no caso de um dos seus trabalhos mais falado, o  “Put Your Head Into Gallery“, em que as pessoas colocavam as cabeças em uma parte de uma mini galeria e assim se faziam parte ou transformavam na obra de arte.

fazendo parte

Um novo trabalho do artista são ilustrações que ocupam apenas a metade do quadro, dando a ideia de incompleto.

quadro interativo

O conceito é de mais uma vez ter a interatividade na obra em que as pessoas participam e criam diferentes ideias de como aquela obra poderia ser interpretada, tendo diferentes perspectivas de uma mesma obra de arte.

fd

As obras estão em tamanhos naturais, para que todos se encaixem “dentro” dela. E sempre ocupando apenas um lado do quadro: um homem segurando uma corda, um boxeador ou uma torta voadora vindo de um lado.

quadro capa

Essas novas pinturas estão em exibição no Museu Arte Tbilisi, na capital da Georgia. A ideia de Tezi Gabunia dá uma nova visão do que é uma obra de arte, saindo daquele estereótipo de que ir a um museu é ficar apenas observando pinturas e não podendo nem ao menos tirar uma foto do momento. O artista captou que as pessoas não estão mais a fim de apenas admirar um quadro e utilizou isso para atrair um novo público que se interessam pelo diferente e principalmente por essa diversão que é interagir com uma obra de arte.

Dark Amanda: a melhor pessoa que você vai conhecer.