Conhecido como o Tarantino Japonês, o diretor de 57 anos já fez 99 filmes, alguns lançados para o cinema enquanto outros foram diretos para DVD ou para a TV. Takashii gosta de estar sempre trabalhando e faz filmes para qualquer meio por gostar de ter liberdade criativa, por isso tantos filmes “home video”, menos produtores cobrando e menos riscos. Mas para seu centésimo filme, o diretor optou mesmo por uma estreia mais tradicional, aparecendo até no Cannes desse ano – fora de competição. Eis então que aparece sua semelhança com Tarantino, já que claramente não é a quantidade de filmes, mas sim a violência. Além da temática de samurai, algo em que Tarantino se inspira muito.

A história faz sentido com a marca de 100 filmes, já que com certeza algumas de suas obras podem ser imortais. No entanto, o protagonista desse filme busca justamente o contrário: a mortalidade. Acompanhamos o samurai ajudando uma garota em busca de vingança, mas que também procura morrer no caminho de sua jornada. Além de decepar muita gente, como o trailer mostra.

O diretor já foi alvo de algumas polêmicas, especialmente por conta de seus filmes extremamente violentos, mas agora no seu centésimo esperamos que já tenham acostumado. Especialmente quando foi até para Cannes, que cada vez mais reconhece o cinema asiático. Se você quiser se familiarizar com o diretor, essas são suas principais obras, entre as 100.

Audição conta a história de um viúvo que julga garotas que estão fazendo um teste para se tornarem sua nova esposa, um esquema arranjado por seu amigo. Lógico que nada é tão simples assim, algo que nosso protagonista vai percebendo.

Ichi já é um pouco mais perturbado, talvez seu filme mais polêmico. A história foca em Kakihara, um membro sadomasoquista da Yakuza que está em busca de seu chefe, quando encontra Ichi – um assassino psicótico.

Por último, temos um filme um pouco mais recente, e o mais próximo de sua centésima obra. 13 Assassinos é talvez o melhor filme de Takashii Mike, demonstrando suas habilidades de direção nesse violento trama samurai. A premissa é ainda mais simples que a de Blade of the Immortal: 13 assassinos se juntam para derrotar um lorde em uma missão suicida.

Blade of The Immortal deve estrear dia 3 de novembro nos Estados Unidos, mas já passou por alguns festivais esse ano, recebendo aclamação da audiência.

Viciado em Games, viciado em futebol, viciado em cinema, viciado em séries e viciado em drogas pesadas: leite, glúten e anime.