O artista dinamarquês Jacob Brostrup possui um estilo muito próprio em suas pinturas, que retratam imagens surrealistas a partir de múltiplas camadas de tinta à óleo.

Observar as pinturas de Brostrup é quase como viver um sonho acordado. A sensação onírica de que o ambiente ao seu redor é composto de várias paisagens e locais conectados e sobrepostos entre si de maneira improvável, translúcida e inconsciente. Você acompanha um cômodo do que parece ser uma mansão predominantemente âmbar e, deslizando os olhos pela tela, acaba sendo transportado para uma clareira em um bosque cheio de verde. Ou um edifício cheio de de tijolos cinza. Ou uma pequena corrente de água azul clara.

É bem sabido que Freud explica a manifestação do inconsciente por meio dos sonhos; e é justamente essa a impressão registrada à óleo nas telas do pintor. Seu pincel parece ter sido guiado pela inconsciência, assim como os sonhos.

É muito interessante observar a forma como o Jacob Brostrup faz a transição das cenas, de maneira conectada, trazendo toda uma desconfortável naturalidade para a obra, que o autor maneja muito bem.

É possível conferir a obra completa de Jacob Brostrup em seu site oficial, ou também seguir sua conta oficial do Instagram.

Baiano, amigão da vizinhança, ecochato, escritor amador e mestre pokémon nas horas vagas.