Yorgos Lanthimos é o diretor mais famoso da Grécia atualmente, responsável por obras com um certo cult following: Kinetta, Dente Canino e Alpes. Além de seu único filme gravado fora de sua terra natal, o recente sucesso O Lagosta. Seus longas são conhecidos por suas premissas um tanto diferenciadas, sempre bolados com a ajuda de seu parceiro roteirista Efthymis Filippou. Alpes conta a história de uma empresa que disponibiliza atores para substituir pessoas que se foram, com o objetivo de ajudar pessoas em luto. Dente Canino conta a história de 3 adolescentes que só podem sair de casa após perderem o tal dente. Enquanto o filme internacional com Collin Farrell é sobre um mundo onde as pessoas não podem ser solteiras, se tornando animais caso não achem um par.

Seu novo filme, The Killing of a Sacred Dear é seu segundo de língua inglesa e também possui uma premissa curiosa, apesar de mais vaga: Um cirurgião se aproxima de um jovem misterioso que acaba lhe forçando a tomar decisões terríveis. Assim como O Lagosta, ele é protagonizado por Collin Farrell, co-estrelando com sua coadjuvante em O Estranho que nós amamos – Nicole Kidman. Além de Barry Keoghan, de Dunkirk, como o jovem. Assim como outros de sua filmografia, sua nova obra parece conter elementos dos gêneros de terror e suspense, dessa vez aparentemente de uma forma mais tradicional. Você pode conferir o tenso trailer abaixo.

O estúdio por trás da obra é um que está em rápida ascensão: A24. Os mesmos por trás de diversos filmes recentes de suspense e terror, muitos deles criticamente aclamados e com o potencial de se tornarem cults, são os casos de: Enemy, The Witch, Ex Machina, The Rover ou It Comes at Night.

The Killing of a Sacred Dear foi um dos filmes presentes em Cannes esse ano, dividindo o prêmio de melhor roteiro com You Were Never Really Here, ambos foram considerados para a Palma de Ouro.

poster

A combinação A24 + Terror até agora só tem dado certo, então podemos esperar que esse seja mais um sucesso. Ainda mais levando em conta que a mente por trás dessa obra é a mesma de O Lagosta, estrelando o mesmo Collin Farrell. Tudo parece estar bem encaminhado para mais um hit cult do estúdio.

Viciado em Games, viciado em futebol, viciado em cinema, viciado em séries e viciado em drogas pesadas: leite, glúten e anime.