Com a explosão dos documentários “true-crime” como Making a Murderer, The Jinx, Casting JonBenet, O.J Made in America ou The Keepers; era questão de tempo até alguém fazer uma sátira. Com a nova série American Vandal, esse dia finalmente chegou. A paródia surpreendentemente é da Netflix, a mesma responsável por diversos filmes reais do gênero. Enquanto as mentes por trás dos 8 episódios são criativos da Funny or Die: o diretor Tony Yacenda (Pillow Talking – Lil Dicky), o produtor Dan Perrault (Honest Trailers) e o roteirista Dan Lagana (Zach Stone is Gonna be Famous).

Assim como muitos documentários desse tipo, American Vandal conta a história de um diretor amador que pretende inocentar alguém, nesse caso Dylan – expulso injustamente de seu colégio. No entanto o crime dessa história é um tanto quanto inusitado: alguém pichou todos os carros do estacionamento com desenhos de pintos, justamente a especialidade de Dylan.

O trailer executa perfeitamente todas as características do gênero, desde os vídeos da infância da vítima, relatos de pessoas próximas, a repercussão do acontecimento nos noticiários, as opiniões externas até as simulações do evento e por aí vai.

Muitos poderiam até acreditar que a série se trata de uma história real (só checar os comentários no Youtube) pelo tanto que os criadores acertaram em replicar o estilo do gênero. Tudo isso contrastado com uma premissa um tanto quanto idiota, tornando tudo muito mais engraçado. Afinal, quem desenhou os pintos?

American Vandal, a mistura de Superbad com Making a Murderer, infelizmente estreia só em setembro mas você pode colocá-la em sua lista clicando aqui.

 

Viciado em Games, viciado em futebol, viciado em cinema, viciado em séries e viciado em drogas pesadas: leite, glúten e anime.