Sinapse por Gi Maradei e Byung Son

No dia 11 de junho, daqui pouco mais de um mês, começa um dos eventos mais importantes para o planeta: a Copa do Mundo de Futebol. Capaz de fazer com que diferetes pessoas, não só assistam por pelo menos 90 min a mesma coisa, ou seja ao jogo, o evento parece ser capaz de mexer com os nossos  sentimento de maneira mais profunda do que feriados clássicos como o Natal.
Nessa época (de Copa, não de Natal) todos ficam infinitamente mais sensíveis a tudo que de alguma maneira cite o evento, a seleção ou o futebol mesmo que a princípio a maioria nem saiba o nome de todos os jogadores que foram convocados, ou quem são as outras seleções favoritas que não o Brasil ou a Argentina. É claro que, sendo assim, todo plano de comunicação quer se aproveitar ao máximo desse apelo, por mais distante que o produto pareça estar dos campos de futebol. Um exemplo clássico que já deve ter passado na sua cabeça ao ler esse parágrafo é o fenômeno dos álbuns da Panini. As figurinhas da Copa tem sido colecionada freneticamente e já foi tema de post, não só aqui no Newronio, mas também em grandes portais.

Mas dessa vez o objetivo não é voltar a falar dessa febre, mas sim ir atrás dos outros produtos que estão ainda mais distantes do assunto, mas que dão o jeito que for para criar uma campanha que mostre ao seu consumidor que eles também estão sentido toda a emoção que nós sentimos, que eles também estão dedicando parte do seu tempo para pensar na Copa e defender a convocação de Neymar ou do Ronaldinho Gaucho, enfim que eles são tão torcedores quanto nós e portanto merecem a mesma consideração que temos com os outro torcedres da seleção mesmo quando não os conhecemos!

Um bom exemplo de campanha é o game criado pela Rexona e que aparece no post do dia 27/04, mas além deles conseguimos levantar muitas outras que vão desde algumas que vocês já devem ter visto na TV como as do Itaú, da Visa e da Sky, essa última que tem sido muito comentada pela idéia criativa que consegue mostrar claramente a utilidade do serviço através desse apelo que é tão forte.

Agora, sem sombra de dúvida, o melhor exemplo que temos dessa ampliação de cobertura do tema, ou seja, da utilização que produtos distantes do universo estádio de futebol fazem do mesmo é a campanha da Louis Vuitton. Sem perder a identidade e refinamento, foi lançado um vídeo, no qual Maradona pergunta quem será o grande campeão da disputa de pebolim entre Pelé e Zidane. Os torcedores estão votando, os curiosos tem acesso aos resutados da votação no link fornecido ao fim do filme e assim a grife lança seu novo conceito que visa identificar o estilo masculino ao redor de todo mundo e que vai permear uma futura campanha chamada “A jornada do guarda roupa de um homem “.

LV

Além desses, pela beleza e criatividade, não podemos deixar de comentar aqueles produtos que não só são usuários tradicionais do apelo futebol/Copa do mundo, mas também colecionam comerciais inesquecíveis que surgem nesse momento que pelo menos por nós não será esquecido, pelo contrário será relembrado daqui 4 anos.

Tuitai-nos @NewronioESPM