O movimento Hollaback!, com o objetivo de acabar com o assédio nas ruas, filmou uma mulher caminhando pelas ruas de Manhattan num período de 10 horas a fim de retratar os inúmeros assédios verbais que as mulheres sofrem dia-a-dia nas ruas da cidade (daquela e de praticamente todas as outras do mundo).

A mulher retratada é Shoshanna Roberts, uma atriz da cidade de Nova Iorque. Abaixo, o vídeo completo:

O vídeo já tem mais de 7 milhões de views e o mais chocante/absurdo/nojento é olharmos comentários do tipo “ela só foi elogiada! deveria se sentir bem com isso” ou “se fosse na Índia ela teria sido estuprada, isso não é nada” (seissoaquifosseoTexaseujátinhadadounstirosnumbabacadesses).

A seguir, alguns dos lastimáveis comentários sobre o vídeo:

Screen Shot 2014-10-29 at 4.42.33 PM Screen Shot 2014-10-29 at 4.42.46 PM Screen Shot 2014-10-29 at 4.43.07 PM Screen Shot 2014-10-29 at 4.43.41 PM Screen Shot 2014-10-29 at 4.43.53 PM

#lastimável

E depois dizem que as meninas superpoderosas da campanha da FCKH8 que são um problema, né?

Outra recente campanha denunciatória sobre os abusos contra a mulher é a recente “NO MORE”, que figura inúmeros ícones da liga de futebol americano NFL apelando pelo fim de abusos e violência contra as mulheres. Estamos em 2014 e essa história de “Ela estava pedindo!” ou “É que ele ficou irritado” não são mais desculpa. Aliás, nunca foram.

Abaixo, o vídeo completo.

E como elas mesmas dizem: Feminism is coming up your f*%$#[email protected] ass!

Sai sempre de casa com uma palheta, uma câmera e um livro.