A integração do conteúdo audiovisual com o podcast é uma inovação criativa que expande os limites de Chernobyl.

A minissérie original produzida pelo serviço de streaming da HBO foi um sucesso de crítica e audiência, fomentando a internet com vários debates a respeito do seu conteúdo.

Mesmo sendo bem reconhecida pela sua fidelidade histórica, Chernobyl ainda cria algumas ficções a fim de priorizar o aspecto dramático da trama.

Para não gerar confusão sobre a realidade, os produtores lançaram um podcast como conteúdo complementar para a série, tendo em vista que o roteiro – além de documentar o incidente nuclear soviético de 1986 – aborda uma reflexão sobre o custo da mentira e reforça a negligência das autoridades sobre questões científicas, portanto, ponto positivo para a preocupação com o que realmente aconteceu e o que foi inventado.

Ao todo são 5 episódios de podcast que acompanham os também 5 episódios de Chernobyl com discussões comentando as decisões dos roteiristas e produtores sobre as mudanças na série.

Agora só resta saber qual a melhor ordem: assistir a série primeiro ou intercalar os episódios com seus respectivos podcasts. Vale a pena ressaltar também que Chernobyl é a série mais bem avaliada da história do IMDb (com 9,6), ultrapassando Game of Thrones e Breaking Bad (ambas com 9,4).

Você pode ouvir ao podcast no Youtube, Apple Music e Spotify.

Baiano, amigão da vizinhança, ecochato, escritor amador e mestre pokémon nas horas vagas.