Fonte: lifehack.org       

Fonte: lifehack.org

Sinapse por Christian Michelassi, 15/06/2009.

Lá vou eu falar de atenção de novo. Falo porque esse assunto tem me atingido pessoalmente. Percebo que de uns tempos pra cá tem sido cada vez mais difícil focar em uma única tarefa e terminá-la sem a interferência de email, celular, uma música na cabeça, alguém que vem conversar comigo. Mas como isso não é um blog pessoal, deixa eu parar de desbafar e falar logo da nossa sobrecarga de tarefas.

Tenho duas coisas pra falar nesse post: Multitasking e Lifehacking. Não, isso ainda é um post em português.

Muitos estudos tem sido feitos sobre a nossa capacidade de focar em várias atividades, ou seja, o tal do multitasking. Segundo David Meyer, um dos maiores especialistas em multitasking, com nossas estruturas cerebrais atuais, é impossível haver multitasking. Isto porque nosso cérebro funciona em canais e cada canal só recebe um fluxo de informação de cada vez. Explicando melhor: Nós temos um canal da linguagem, um canal visual, um de audição.

De acordo com esse estudo, cada canal suporta apenas uma atividade de uma vez, ou seja, falar ao telefone no carro e ouvir uma música nunca serão atividades que serão bem feitas simultaneamente, já que utilizam o mesmo canal, o auditivo. Mesmo dirigir e conversar com alguém e se nessa conversa a outra pessoa descrever um ambiente, por exemplo, você terá problemas no canal visual. O que pode acontecer que podemos considerar como multitasking é usar dois canais diferentes como dobrar roupa (canal visual e manual) e ouvir música (canal auditivo).


Multitasking Newronio

Multitasking: Dá pra encarar?

 

Visto isso, vamos falar do lifehacking. Hacking vem de burlar e lifehacking são práticas para solucionar problemas do dia a dia, como excesso de informação, problemas de comunicação e organização. RSS é um exemplo de lifehacking, porque é uma maneira de organizar em um único lugar toda a informação que você teria acesso na internet. Organizar vários emails em uma única caixa de entrada também é uma pratica lifehacking. Na verdade, hoje, como nós estamos sempre querendo encontrar maneiras para facilitar nossa vida corrida, tudo pode ser considerado lifehacking. Até descobrir uma linha de ônibus que economiza 15 minutos do seu transporte diário pode ser considerado lifehacking.

Nesse vídeo é mostrado o Hipster PDA. Ao invés de blackberry, iPhone ou outro smartphone, o papel é quem faz o suporte a informação.

O mundo é esse: Muita informação a todo momento. Voltar no tempo e alterar as estruturas da comunicação parece inviável e impossível. Vai se dar bem aquele profissional que melhor se adaptar a esse modelo e conseguir se organizar no meio dessa bagunça.

 Fonte: In defense of distraction

 

Já me tuitou hoje? @Michelassi e @NewronioESPM