Antes do Youtube, era difícil encontrar um lugar onde criadores pudessem colocar seu conteúdo para que ele fosse assistido por milhares, um lugar onde pudessem receber feedback e buscar crescimento. Mas um desses lugares foi o Newgrounds, uma comunidade que permitia aos usuários compartilhar suas criações, desde jogos, animações até música.

A palavra chave para Newgrounds é justamente comunidade, pois na época até existiam espaços para “lançarem conteúdo”, enquanto nele você podia conversar com outros criadores, colaborar em criações, opinar sobre tudo que estava por lá, avaliar e disputar colocações no ranking. A essência do Newgrounds estava na relação entre os usuários, no senso de importância que cada criação tinha, a oportunidade que aspirantes animadores, músicos e game designers tinham para divulgar suas obras, a acessibilidade.

O Youtuber kaptainkristian falou sobre o site, principalmente no quesito animação, e o comparou com a famosa classe de 1975 da Calarts, responsável pela revelação de animadores que acabaram partindo para Disney ou Pixar, além do próprio Youtube – para onde vários usuários do Newgrounds migraram.

Além dos diversos exemplos de sucesso que começaram no portal, existem diversos outros que podem agradecer o Newgrounds por onde estão hoje.

Egoraptor era um dos criadores mais populares do site, continuou seu sucesso no Youtube, com suas séries “Awesome” que parodiava diversos jogos de videogame.

Talvez o maior exemplo de sucesso não está no mundo da animação, mas sim dos games. A developer Behemoth contava com o próprio criador do site entre seus membros, Tom Fulp. Começando com jogos flash simples no próprio Newgrounds, Alien Hominid sendo o principal deles, a empresa hoje já produziu 4 jogos para consoles e PC – incluindo Castle Crashers e BattleBlock Theater.

Infelizmente, hoje em dia o Newgrounds não é tão popular como já foi, sofrendo muito com a concorrência do gigante Youtube – mas com certeza muitos podem agradecer pela oportunidade e lembrar os velhos tempos com orgulho.

Viciado em Games, viciado em futebol, viciado em cinema, viciado em séries e viciado em drogas pesadas: leite, glúten e anime.