O músico TW Walsh lançou um videoclipe ontem, em pleno Valentine’s Day, retratando como tudo era mais emocionante e dramático na época em que não existiam celulares. A história de Monterrey começa em 1992, com um garoto aguardando uma menina após receber um bilhete dizendo para ele a esperar, sem nada para fazer além de ver o tempo passar, acompanhamos a ansiedade do jovem.

Dirigido por Henry Kaplan, ao mostrar coisas mundanas se movendo rapidamente e sombras aumentando, Monterrey nos mostra como até as coisas mais simples parecem se tornar gigantes em situações de ansiedade. O diretor de Los Angeles já produziu alguns outros curtas e clipes, possuindo 2 Staff Picks no Vimeo, nomeando seu canal American Painkillers.

O vídeo retorna a sensação de torcer para o melhor e aceitar o mistério, quando as pessoas não podiam avisar se iriam atrasar e não tínhamos com o que nos distrair durante a espera. Tenho certeza de que muitos podem se identificar com o garoto e o que ele está sentindo.

Viciado em Games, viciado em futebol, viciado em cinema, viciado em séries e viciado em drogas pesadas: leite, glúten e anime.