Não é mistério pra ninguém que o presente está em constante conflito com o passado. Mas o que acontece com os monumentos que foram esquecidos e modificados pela seleção temporal?

Um grupo de artistas chamado The Nonuments Group (sim, Nonuments com “n” mesmo) iniciou um coletivo que visa recuperar a memória de alguns desses monumentos do século passado que foram deixados à mercê da degradação física e simbólica por meio de uma base de arquivos, disponível em seu site oficial. Eles também são pesquisadores e fundaram o projeto a partir do leste europeu no ano de 2011, agindo em países como República Tcheca, Áustria, Sérvia, Eslovênia e, só mais recentemente, para este lado do ocidente, em Los Angeles e Baltimore nos Estados Unidos.

Os arquivos envolvem desde uma usina nuclear nunca ativada até antigas estátuas de propaganda comunista. O grupo ainda foi a campo entrevistar as pessoas que viviam ou trabalhavam perto dos monumentos abandonados a fim de coletar a base de informações mais completa possível sobre as obras. Ou seja, cunharam o termo “Nonumento” como basicamente todos aqueles projetos arquitetônicos e monumentos públicos do século XX que sofreram com o abandono das mudanças na política e sociedade, mas ainda estão presentes na memória local.

Se você quiser, pode conferir mais nonumentos e fazer um passeio histórico sem sair do conforto da sua telinha a partir das páginas do Instagram e Facebook do coletivo de artistas.

Baiano, amigão da vizinhança, ecochato, escritor amador e mestre pokémon nas horas vagas.