The Room (2003) é considerado por muitos o pior filme já feito, mas por um outro lado ele também é considerado o melhor filme já feito. Na verdade, o filme ganhou seguidores fiéis após seu fracasso (ou sucesso) nos cinemas, se tornando cult com seu lançamento para DVD. Basicamente o filme é tão ruim, mas tão ruim, que ele se torna extremamente divertido de assistir. Nada faz sentido, as atuações são pífias no máximo, a edição é horrenda – mas poucos filmes são tão engraçados quanto The Room.

O misterioso Tommy Wiseau é o homem por trás dessa “obra-prima”, atuando como o protagonista, além de ter escrito e dirigido o filme. Por anos Tommy tem dito que sua obra foi intencionalmente ruim, mas agora ele parece ter aceito o sucesso pelos motivos errados, comparecendo nas sessões de cinema para os fãs. Afinal, se um filme passa todo mês e sempre lota todas suas sessões, ele não pode ser tão ruim assim não é mesmo?

Isso é um pouco sobre o péssimo e excelente The Room, mas afinal do que se trata o outro filme no título deste texto, Disaster Artist?

3

Basicamente, após a fama de The Room, o ator que fez o coadjuvante Mark (Greg Sestero) teve a reação contrária de Wiseau – ele abraçou a infâmia. O novo filme, estrelando James Franco, Dave Franco e Seth Rogen é baseado no livro de Sestero com mesmo nome, onde ele relata sua experiência participando no “pior melhor filme de todos”.

O filme é produzido pela A24, o mesmo estúdio por trás de obras como: Moonlight, The Lobster, The Witch e Room (o bom). Apesar de ser baseado em um dos piores filmes de todos os tempos, sua premiere no SXSW recebeu uma ovação de pé e já existe alguns que esperam pelo menos uma indicação ao Oscar para James Franco.

Se isso tudo realmente ocorrer, Tommy Wiseau pode dizer que atingiu sucesso por todos os motivos errados. A história de alguém que fez um filme tão ruim, que ele fez sucesso, lotou sessões, se tornou um best-seller e depois outro filme vencedor de Oscar.

Viciado em Games, viciado em futebol, viciado em cinema, viciado em séries e viciado em drogas pesadas: leite, glúten e anime.