Ontem, na cerimônia da The Game Awards, o evento que quer ser “o Oscar dos jogos” foram feitos diversos anúncios e lançamentos, como já era esperado. Dentre os aguardados trailers, houve a World Premiere do segundo trailer de “Death Stranding”, o próximo game de Hideo Kojima. Apenas ao mencionar esse nome, muitos fãs ao redor do mundo já ficam empolgados, tamanho é o impacto do criador de Metal Gear Solid que ontem ganhou o título de “ícone da indústria”.

A história de Death Stranding na verdade é tão conturbada como o próprio jogo parece ser, o seu desenvolvimento surgiu a partir do cancelamento de “Silent Hills” que também envolvia Kojima e seus amigos: Norman Reedus e Guillermo Del Toro. Muitos ficaram decepcionados com o flop, especialmente após o sucesso de “P.T” ou o “Playable Teaser” do jogo, a Konami acabou sendo quem mais foi atingida, já que as mentes criativas partiram para um novo projeto com a Sony.

Assim como o primeiro trailer, que contava com Norman Reedus abraçando um bebê invisível no meio de uma praia deserta e algumas baleias entalhadas, o segundo também não nos dá muitas dicas quanto ao gameplay ou a própria história. Mas com um elenco estelar composto por Del Toro (diretor de O Labirinto de Fauno), Norman Reedus (The Walking Dead) e Mads Mikkelsen (Hannibal), além da total liberdade criativa de Kojima, as expectativas são altas.

Mais uma vez, temos bebês em um mundo que parece ser controlado por militares e monstros, é assim que funciona a mente de Kojima, ainda mais quando ele tem a ajuda de todos seus amigos de Hollywood e todo o dinheiro da Sony.

Viciado em Games, viciado em futebol, viciado em cinema, viciado em séries e viciado em drogas pesadas: leite, glúten e anime.