A indústria do cinema, principalmente em Hollywood, é conhecida por remakes, reboots, sequels e prequels de filmes e séries antigas de sucesso. Os grandes estúdios sempre preferem o dinheiro garantido por um título conhecido ao invés de criar algo completamente novo e único.

Apesar de termos muitos cartoons completamente novos e originais hoje em dia, como é o caso de Gravity Falls, Steven Universe ou Hora da Aventura; também estamos testemunhando o retorno de várias séries antigas que muitos assistiram quando tinham 8-10 anos de idade, garantindo o sucesso pela nostalgia.

A própria Cartoon Network tem crédito por produções novas, ainda mais pela Adult Swim, com Rick and Morty e Bobs Burgers. Porém, mesmo assim se rendeu aos pedidos de fãs e trouxe Samurai Jack de volta.

A questão é que além da Cartoon, várias outras emissoras estão aproveitando do fator nostálgico e seguindo o exemplo de Meninas Superpoderosas que já voltou com sucesso.

A nova abertura apresenta uma música nova e um estilo modernizado para os dias atuais.

Além do retorno para as telas pequenas, os desenhos antigos estão voltando para os cinemas, ontem mesmo foi divulgado o trailer de lançamento do novo filme de Teen Titans, que já foi recriado em “Teen Titans Go“.

Um exemplo fora do mundo da animação é a mega produção do filme dos Power Rangers, contando com Bryan Cranston como Zordon e com um orçamento estimado de 120 milhões de dólares. Nesse caso, como a franquia possui um nome gigantesco, passando por várias gerações, o objetivo financeiro deve ser atingido; ao contrário de outro filme recente que tentou a mesma estratégia, Max Steel.

Para ilustrar melhor como essa tendência também está migrando para as animações, eis alguns desenhos que estão planejados para retornar neste ano:

DUCK TALES

Assim como o Cartoon Network, a Disney também está apostando no retorno de Tio Patinhas e seus sobrinhos.

VOLTRON

Como a Netflix não gosta de perder tempo, Voltron já retornou após 32 anos em 2016 e foi renovado para uma segunda temporada esse ano.

HEY ARNOLD

 

A Nick aposta em um de seus antigos sucessos no formato de filmes para televisão.

Em suma, por mais que muitos de nós desejamos que os retornos sejam bons e fiéis às versões antigas, o seu sucesso pode significar um ciclo vicioso semelhante ao de Hollywood, no qual remakes tomam o espaço de produções novas e criativas.

Viciado em Games, viciado em futebol, viciado em cinema, viciado em séries e viciado em drogas pesadas: leite, glúten e anime.