#éoquetemprahj por Marco Franzolim

Hoje é dia do publicitário, profissão que gera uma certa aura mágica e que, ao mesmo tempo que a maioria sabe mais ou menos o que eles fazem, ainda causa dúvidas em muitos.

Sei bem o que é isso por que sou formado em publicidade, e uma das grandes dificuldades que enfrentei (e enfrento) na minha carreira é a de tentar explicar para a minha avó o que eu faço. Não só a ela, mas para a maioria dos mais velhos que eu conheço.

Um ex-diretor de criação meu contava que depois de anos falando para a mãe dele que trabalhava com propaganda, uma dia ela, decepcionada e preocupada, o chama de canto e diz: “meu filho, faz anos que você me diz que trabalha com propaganda, eu sempre te procuro mas não te encontro nelas. Você mentiu pra mim?”

Menos mal se essa fosse a maior dificuldade da profissão. Um dos grandes impasses que as equipes de criação (não só elas) passam são as intermináveis alterações.

Washington Olivetto já dizia que “A diferença entre um cavalo e um camelo é que o cavalo foi feito por um designer, o camelo, o cliente ficou pedindo tira isso, põe aquilo…”

E aqui na MonkeyBusiness, trabalhando com apresentações, as alterações também são companheiras presentes na maioria dos trabalhos. Em alguns ela passa dos limites, em outros fala pouco, e a equipe vai dormir feliz.

Mas idéia do post e da homenagem que fizemos aqui na Monkey para o dia do publicitário não é a de reclamar dos impasses da rotina da publicidade, e sim fazer como a maioria dos publicitários: piada em cima desses impasses, e encara-los com bom humor.

Parabéns publicitários. Parabéns pela criatividade inspiradora e pela paciência extrema.

• Vídeo feito totalmente em powerpoint.

Direção de Criação: Alexandre Franzolim e Marco Franzolim
Direção de Arte: Fernando Zornoff
Roteiro: Michel Geraissate
Trilha e Narração: Andre “kbelo” Sangiacomo

Para me xingar muito no twitter: @mkbusiness@marcofranzolim
Para xingamentos pessoais: marco@monkeybusiness.com.br